top of page
  • Foto do escritorHector Todisquine

Por que Adolescentes que acessam anime tem mais chances de acessar pornografia?



Em alguns momentos, perguntas como essas podem nos fazer pensar que certo tipo de conteúdo tem uma importância muito grande em determinar se nossos jovens vão consumir mais pornografia ou não. Pior ainda pode esconder os reais motivos que levam alguém a consumir pornografia. 


Assim como vários outros conteúdos de entretenimento, os animes são fruto de um tempo e de uma sociedade humana que vão refletir seus valores e moral. A frequente representação de corpos femininos objetificados, sexualizados e com proporções de seios e glúteos irrealistas, já despertam nos pais um alerta de problema nos animes. Contudo, nenhum destes fatores são exclusivos dos animes ou mesmo da sociedade nipônica. Além disso, os animes possuem uma série de formas, estilos, públicos-alvo (infantil, juvenil ou adultos) o que os tornam insuficiente ou pouco relevante para responder a nossa pergunta inicial. 

 

O mais correto seria perguntar: “O que leva um adolescente a consumir pornografia?” 


Primeiro temos que levar em conta a curiosidade natural que as mudanças corporais trazem com a maturação do corpo. Estas mudanças podem gerar várias emoções, sensações e pensamentos sobre o funcionamento do corpo e dúvidas sobre comportamento sexual que o levem a procurar a respeito de pornografia. 


O segundo ponto é o fácil acesso a qualquer conteúdo explícito na internet. É comum que em sites de acesso gratuito a animes e mangás eventualmente apareça propagandas de conteúdo adulto explícito, o que pode despertar curiosidade. Mas é importante lembrar que além destes sites a internet na totalidade tem abundância conteúdo adulto que simplesmente pode brotar em uma pesquisa aleatória. 


Combinado com os dois primeiros, o terceiro ponto é fundamental, pois se trata de uma educação sexual ausente ou inadequada. Caso este adolescente não tenha sido desde a infância instruído sobre como funciona a sexualidade no seu corpo e sobre como a pornografia é irrealista quando comparada a realidade, tais contatos podem gerar inseguranças e expectativas distorcidas que podem atrapalhar a sua vida sexual no futuro.   


Preparar e educar crianças e adolescentes para que possam crescer de forma saudável e vivenciar suas sexualidades de forma segura, feliz e prazerosa quando chegar a hora certa, é a melhor forma de diminuir os efeitos negativos da pornografia. 


Você já conversou com seus filhos sobre sexualidade? Sabe como e quando começar a fazer? Um profissional sexólogo pode ajudá-la (o) neste momento tão importante do desenvolvimento dos seus filhos.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page